OCA capacita servidores com curso de libras

Servidores da Central de Serviço Público – OCA Rio Branco, estão sendo capacitados em um curso de Libras (Língua Brasileira de Sinais). O curso ocorre de segunda à quinta-feira, a partir das 18h30min até as 21h, no auditório da própria Central.
A ação é promovida pelo CAS (Centro de Apoio ao Surdo), através do projeto de Humanização do Estado, que tem por visão principal, desenvolver os servidores na elaboração de ações como essa, voltada para a valorização e capacitação do Servidor no interior do próprio órgão, favorecendo assim, a qualidade na prestação do serviço público. O objetivo principal desta ação é viabilizar a comunicação entre as pessoas portadoras destas necessidades especiais e o grupo de funcionários disponibilizados para os atendimentos.
Foi formada, inicialmente, uma turma com 30 alunos, dos quais, 20 são servidores que atuam nas setoriais (recepções e praças) da Central de Serviço Público, e o restante são professores da Rede Estadual de Ensino, também incluídos no projeto de Humanização. A idéia é capacitar todos os funcionários que tenham interesse no aprendizado, por isso, há uma lista de espera para novas turmas, que iniciarão o curso conforme forem sendo concluídos os módulos pelas turmas anteriores. A ministração está sendo feita pela Professora Sayonara (também portadora de necessidades especiais) e pela intérprete Suerde, ambas representantes do CAS.
A Servidora Neuza Cristina, que atua na Setorial 1 (praça verde) da Central, fala da importância do curso. “Eu sempre tive vontade de aprender Libras, pois esse curso é uma forma de nos integrar à linguagem dos surdos, favorecendo a comunicação deles com a gente e vice-versa, principalmente aqui, na questão dos atendimentos, pois com esse domínio, podemos atendê-los de maneira mais eficiente e imediata”.
A utilização da Linguagem Brasileira de Sinais pelos Servidores da Central de Serviço Público, resulta em uma forma de garantir atendimento aos cidadãos que não têm condições de expressar, através da fala, as suas necessidades, interesses e expectativas, sendo esta mais uma maneira de promover o exercício da cidadania.

Comente :D